O que o celular não pode fazer?

Publicado em quarta, 29 de dezembro de 2021
O que o celular não pode fazer?

Muitos são os alertas para que todos nós tenhamos atenção ao trânsito, estando de carro, moto, ou mesmo caminhando ou pedalando. Porém, tem algumas orientações que devem ser reforçadas de tempos em tempos, para que, todos tenham consciência da importância de seguir a regra. Uma delas são as distrações que o uso do celular nos traz.

Numa rápida observação em qualquer esquina, de qualquer cidade, notamos um grande número de pessoas usando o aparelho de celular para os mais variados fins: falar, ouvir, enviar uma mensagem, pesquisar, trabalhar, encontrar o caminho, ou seja, hoje o telefone é um aparelho multifuncional, que não tem dia, nem hora para ser usado. Ele é fundamental para todas as nossas tarefas, na maioria das profissões. E, ainda dentro da nossa observação, está também nas mãos de todos os condutores e pedestres.

Por isso, a hora que se está no trânsito, é importante entender que a distração causada pelo celular pode modificar sua vida para sempre. Para compreender a importância de não usar o celular enquanto transita, vamos entender como funciona nosso cérebro, considerada a máquina mais completa e perfeita existente no planeta.

O cérebro da maioria da população, consegue fixar sua atenção somente numa tarefa por vez. Se você está lavando louça, não tem como ler um livro. Se você está estudando, não tem como prestar atenção num vídeo. Se você está conversando, não tem como escrever um texto. Ou seja: para todas nossas atividades, não há como executar duas tarefas bem feitas ao mesmo tempo. Isso é comprovado pela ciência, a menos, que uma dessas tarefas seja “automática”.

Para o neurocientista francês, Jean-Philippe Lachaux, só conseguimos executar duas tarefas ao mesmo tempo, se uma delas for as classificadas como “automática”, como por exemplo: dirigir ouvindo música ou andar de bicicleta e cantar. “Agora, fazer duas coisas ao mesmo tempo que precisam de atenção, como verificar seus e-mails durante uma reunião, exige que você alterne rapidamente seu foco: ouvir o que a pessoa está dizendo e discretamente verificar suas mensagens ao mesmo tempo”, explica. Uma das tarefas sofrerá um prejuízo da sua atenção.

Por isso, é fundamental reforçar que, não é possível usar o celular para ouvir, falar ou enviar mensagem enquanto está no trânsito. O celular veio para ficar, mas quando se trata de atenção, é importante distinguir o que me proteje e o que me coloca em risco, principalmente quando estou transitando.

Por isso, ao estar ligado no trânsito, lembre-se de desligar-se do celular.

 

Respeito e responsabilidade, pratique no trânsito.

 

Programa Laço Amarelo. 


Fale com nossa equipe
Quero conhecer as soluções da Kteli